Os seis piores acidentes nucleares da história

seis piores acidentes nucleares da história Cultura de Algibeira

Os acidentes nucleares estão de volta ao interesse público fruto das recentes séries e investigações que têm sido feitas sobre alguns dos casos mais mediáticos ao longo da história. Sendo impossível separar os acidentes nucleares de acidentes radioactivos, nesta lista vamos juntar os dois e listar aqueles que foram os acidentes com o nível INES mais alto da história, uma escala desenvolvida pela Agência Internacional de Energia Atómica e que varia entre os níveis 0 e 7, sendo o primeiro apenas um desvio de valores normais e o nível sete um acidente de proporções gigantescas.

6 – Three Mile Island Nuclear Generating Station

A abrir esta nossa lista temos um acidente nuclear que aconteceu a 28 de Março de 1979 na Pensilvânia, nos Estados Unidos da América. Ocorrido na Three Mile Island Nuclear Generating Station, este acidente recebeu o nível de 5 na escala INES após o derretimento parcial de um reactor nuclear que viria então a deixar fugir radiação para o exterior sob a forma de gás.

5 – Reactor Lucens

Dez anos antes do caso anterior, a 21 de Janeiro de 1969, havia já ocorrido um outro acidente nuclear de nível 5 na escala INES, desta feita no Reactor Lucens que ficava localizado dentro de uma caverna na região de Vaud, na Suíça. Tal como no caso anterior, existiu um derretimento parcial do núcleo do reactor, o que levou a que a radiação contaminasse a caverna que, entretanto, teve mesmo que ser selada.

4 – Incêndio de Windscale

O terceiro e último acidente de nível 5 na escala de INES aconteceu a 10 de Outubro de 1957 no Reino Unido quando, em Cumberland, existiu um incêndio na central em que os britânicos estavam a trabalhar no seu projecto de bomba atómica. O núcleo dessa bomba atómica foi destruído com esse incêndio e, como consequência, uma grande quantidade de radiação chegou ao ambiente.

3 – Desastre de Kysthym

1957 foi um ano negro em termos nucleares e, prova disso, é que o Desastre de Kysthym também decorreu nesse ano e apenas doze dias antes do incêndio de Windscale, a 29 de Setembro. Nesse dia existiu uma explosão como consequência da utilização de um sistema de refrigeração de resíduos nucleares que se encontrava avariado e que nunca havia sido arranjado, explosão essa que depois levou à contaminação de pelo menos vinte e duas cidades. Tendo sido avaliado com um nível 6 na escala de INES, este desastre que decorreu na União Soviética teve uma actuação lenta por parte das autoridades do país, que demoraram quase dois anos a evacuar muitas das pessoas das regiões contaminadas.

2 – Desastre Nuclear de Fukushima Daiichi

O desastre mais recente desta nossa lista de hoje é o Desastre Nuclear de Fukushima Daiichi, um acidente nuclear que ocorreu a 11 de Março de 2011 no Japão depois deste país ter sido atingido por um terramoto forte e, consequentemente, um tsunami. Esse tsunami atingiu e danificou os cinco reactores activos da central nuclear, que viriam a libertar radiação para a água que, até aos dias de hoje, continua contaminada por todo o país. Este acidente foi avaliado como sendo de nível 7 da escala de INES.

1 – Desastre Nuclear de Chernobyl

Por fim, já só nos falta falar some o Desastre Nuclear de Chernobyl, aquele que é o mais grave e mais conhecido acidente nuclear da história, avaliado como sendo um acidente de nível 7 na escala de INES. Foi então a 26 de Abril de 1986 que existiu a explosão do núcleo de um reactor nuclear durante a realização de um teste aos geradores da central nuclear e, apesar da gravidade deste acidente, a verdade é que a União Soviética tentou que o mesmo passasse despercebido. Um acidente tão grave que até aos dias de hoje não é recomendado que ninguém se aproxime da Zona de Exclusão de Chernobyl.

Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Instagram! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Anúncios

Categorias:Ciência

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s