Saltar para o conteúdo
Anúncios

Cinco tradições mortuárias bizarras

Cinco tradições mortuárias bizarras Cultura de Algibeira

Hoje decidimos voltar aos artigos bizarros aqui no Cultura de Algibeira para explorar algumas tradições ao redor do globo. Mas que género de tradições? Tradições relacionadas com a morte e sobre como diferentes povos lidam com o processo da morte de uma pessoa.

1 – Mongólia

Vamos começar este nosso artigo de hoje num país asiático, mais especificamente na Mongólia. Neste país, durante muitos anos, os corpos de pessoas mortas eram colocados junto a rios por serem locais populados por diversos animais que assim iriam consumir os corpos dos mortos aos poucos. Em 1955 o governo nacional tentou parar com esta tradição por não a considerar digna de uma país moderno, mas não obteve o sucesso desejado com esta medida.

2 – China

Num país fronteiriço com a Mongólia, podemos encontrar o povo Bo. Este povo chinês está praticamente esquecido hoje em dia, mas durante vários séculos foi um dos principais povos da China, sendo que o que sobra até aos dias de hoje são as suas sepulturas. Que têm estas sepulturas de tão especial? Quando alguém morria, essa pessoa era colocada num caixão de madeira que depois era colocado na parede de uma montanha, sendo que sempre que morria alguém era adicionado o caixão na montanha a uma altitude superior ao anterior. Existem algumas montanhas que têm mais de 160 caixões ao longo da sua parede.

3 – Japão

A tradição de que agora vamos falar é bem recente, tendo surgido no Norte do Japão durante a Segunda Guerra Mundial. Nesse período existiram muitos jovens a morrer antes de terem oportunidade de casar e ter filhos, algo que era considerado como uma má morte pela população, considerando que os espíritos destes mortos não iriam conseguir descansar e iriam assombrar as suas famílias. Para resolver este problema, criaram-se rituais para garantir o descanso das almas, em que o espírito do morto – representado por uma fotografia – era casado com o espírito de uma noiva – representado por uma boneca de porcelana. Este objectos depois eram colocados dentro de uma caixa de vidro e preservados durante um longo tempo, garantindo que os seus espíritos descansam em paz. Este ritual ainda hoje é realizado quando alguma criança acaba por falecer.

4 – Papua-Nova Guiné

Damos agora um saltinho até à Oceânia para conhecer o povo Dani que habita a Papua-Nova Guiné. Nesta tribo, sempre que alguém morre, as mulheres e crianças próximas ao morto são obrigadas a cortar um dos seus dedos. E quando dizemos cortar, não falamos de fazer um pequeno corte, mas sim de amputar o próprio dedo. Esta prática bizarra era feita como forma de agradecer e afastar os espíritos, ao mesmo tempo que dava às pessoas uma dor física para que conseguissem ultrapassar as dores psicológicas. Felizmente, esta prática foi já proibida no país, embora ainda seja possível ver alguns membros mais velhos da comunidade com sequelas deste ritual.

5 – Brasil

Fechamos este artigo de hoje com a tribo Wari, uma tribo que habita na Floresta Amazónica no Brasil. Como em muitas outras tribos indígenas, o canibalismo é uma prática comum, sendo utilizada nesta tribo como um sinal de respeito para com o morto, uma vez que estes consideram Terra como sendo algo sujo e poluente, tornando um enterro comum algo inapropriado. Também durante a vida, as pessoas desta tribo assumem que querem ser comidas após a morte como forma de evitar que o seu corpo espalhe doenças e, ao mesmo tempo, por considerarem que é a única maneira dos vivos ultrapassarem o sofrimento.

Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Instagram! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: