Saltar para o conteúdo
Anúncios

Oito curiosidades sobre a Looney Tunes

Oito curiosidades sobre a Looney Tunes - Cultura de Algibeira

Estamos de volta aos desenhos animados e desta vez não vamos falar da Disney como já aconteceu algumas vezes! Desta feita, vamos falar da sua rival Warner Bros. Animation, em concreto do projecto Looney Tunes que ficou conhecido graças a personagens icónicas como Bugs Bunny ou Tweety. E que género de curiosidades te vamos trazer hoje? É só continuares a ler para descobrir!

1 – O primeiro episódio

A primeira curta de animação de Looney Tunes teve o nome de Sinkin’ in the Bathtub e estreou a 19 de Abril de 1930. Ao longo dos oito minutos deste filme, a personagem Bosko dança e troca instrumentos juntamente com a sua namorada. Deixamos-te aqui a curta para que a possas ver e, qualquer semelhanças com o Rato Mickey não são uma simples coincidência, como podes perceber pelo segundo ponto desta lista.

2 – A origem da Looney Tunes

A Looney Tunes surgiu quando o produtor Leon Schlesinger se juntou com dois antigos animadores da Disney, Hugh Harmon e Rudolf Ising. Estes dois animadores haviam criado o seu próprio estúdio após saírem da Disney, desenvolvendo trabalhos semelhantes ao que tinham desenvolvido enquanto trabalham na empresa de Walt Disney. Entre esses trabalhos surgiu Boski, que viria então a ser o protagonista do primeiro episódio de Looney Tunes.

3 – That’s All Folks!

Certamente deves estar a reconhecer esta frase, uma vez que a mesma aparece sempre no final dos episódios de Looney Tunes, quer escrita, quer dita por alguma das personagens da série. Curiosamente, este frase surge pela primeira vez no episódio que aqui te deixamos, Sinkin’ in the Bathtub, dita por Boski no final do episódio, fazendo com que seja utilizada desde o início do projecto até aos dias de hoje, tendo-se tornado numa das maiores imagens de marca desta série.

4 – A mesma personagem, diferentes estilos

Alguma vez te perguntaste porque é que em alguns episódios de desenhos animados as personagens são desenhadas com um certo estilo e, no episódio seguinte, são desenhadas com um estilo diferente? Geralmente, devido aos episódios serem realizados por produtores diferentes. Isto foi algo que aconteceu com a Looney Tunes após a saída de Hugh Harmon e Rudolf Ising. A saída dos dois animadores levou a que o projecto fosse acabar nas mãos da Warner Bros. e, como consequência dessa decisão, vários produtores foram alocados ao projecto, cada um com o seu próprio estilo.

5 – O homem das 1000 vozes

Alguma vez ouviste falar em Mel Blanc? Provavelmente não, mas caso alguma vez tenhas visto Looney Tunes na sua versão original, certamente que já o ouviste! Como é que sabemos? Porque este homem que foi inicialmente contratado para dar voz a Porky Pig, acabou por se tornar na voz de quase todas as personagens da série: Bugs Bunny, Tweety, Bip Bip, Silvestre, Daffy e muitos, muitos mais!

6 – A chegada da cor

Como era habitual na altura em que a Looney Tunes surgiu, todas as suas animações começaram por ser a preto e branco e, gradualmente, foram começando a ser lançados episódios a cores. Ainda assim, no ano de 1943, Leon Schlesinger ordenou que todos os episódios já lançados de Looney Tunes fossem transformados em versões coloridas, uma das mudanças que veio dar início a um período de grande crescimento da Warner Bros. Animation.

7 – Racismo e xenofobia

Tal como aconteceu com Tintin, existem vários episódios da série Looney Tunes que estão associados a racismo e à projecção de personagens sob estereótipos raciais. No caso da Looney Tunes, estas cenas dos episódios eram removidas na versão a ser transmitida na televisão mas, ainda assim, chegaram a existir episódios totalmente proibidos de serem transmitidos devido às suas conotações racistas.

8 – Óscares

Foram várias as curtas metragens de Looney Tunes que foram nomeadas para os Óscares na categoria de curtas de animação. Ainda assim, só por duas vezes é que esta série ganhou esse prémio. A primeira vez foi em 1949 com a curta For Scent-imental Reasons, estrelada pela personagem Pepé Le Pew; a segunda vitória deu-se em 1958, com o episódio Knighty Knight Bugs, episódio protagonizado por Bugs Bunny e por Yosemite Sam.

Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Twitter! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Anúncios

1 Comentário »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: