Skip to content
Anúncios

Cinco previsões de ficção científica que se tornaram realidade

Cinco previsões de ficção científica que se tornaram realidade - Cultura de Algibeira, Algibeira, Bolso, Cultura

Por esta altura, todas as pessoas que assistiram ao filme Back To The Future, sonhavam ter já um DeLorean com a capacidade de viajar no tempo. Ou talvez sejas mais fã de carros voadores! Apesar de nenhum destes dois ser ainda real, a verdade é que a ficção científica acabou por conseguir prever alguns objectos da actualidade e hoje vamos mostrar-te cinco exemplos disso.

1 – Jogos de realidade virtual

Se recuássemos até ao ano de 1956, estaríamos numa altura em que os jogos de vídeo ainda não tinham sido inventados. No entanto, no livro The City and the Stars de Arthur C. Clarke, este consegue descrever aquilo a que hoje chamamos jogos de realidade virtual como uma das formas de recreação e lazer da cidade. Repetimos que ele escreveu o livro antes dos jogos como hoje os conhecemos terem sequer sido inventados! Dizendo que os jogadores vão além de serem observadores passivos e que vão em busca de diversão sem conseguir distinguir o que é real ou virtual, não sobram muitas dúvidas sobre as semelhanças entre o que escreveu e o objectivo dos actuais equipamentos de realidade virtual.

2 – Cápsulas de vida

Nós não sabíamos bem o que chamar a este objecto, mas passamos já a explicar. No filme Logan’s Run, as personagens moravam numa cidade enclausurada devido às condições de ambiente hostis do planeta no século XXIII. Hoje em dia existe já uma empresa a produzir cápsulas que são semelhantes à cidade do filme que te contamos! A empresa chama-se EcoCapsule e produz espaços portáteis equipados com painéis solares, uma turbina movida a vento, um chuveiro, uma sanita, uma cozinha e um espaço para tu dormires!

3 – Jato propulsor

São vários os filmes em que já tiveste a oportunidade de ver pessoas a usarem um jato propulsor nas suas costas para se conseguirem deslocar. Mas, para manter a coerência do artigo, podemos dizer que este equipamento foi previsto pelo filme The Rocketeer. Não sabias que já é possível teres o teu próprio jato? A Martin Jetpack, uma empresa neozelandesa, tem alguns exemplares já à venda! Podem ser um bocadinho maiores do que tu imaginas, mas não deixa de ser um começo desta nova tecnologia!

4 – Chamadas de vídeo

No já longínquo ano de 1925, foi escrito um romance de seu nome Ralph 124C 41+, sendo Hugo Gernsback o seu autor. Que tecnologia actual é que foi prevista por este livro? Foram várias: radares, televisões controladas por controlo remoto, energia solar e, ainda, as chamadas de vídeo como as que fazes via Skype ou Facetime. Basicamente, podíamos ter usado este livro como fonte para todo este artigo!

5 – Telemóveis

E para fechar esta lista vamos falar de Star Trek, onde é possível ver as personagens utilizar um comunicador que é extremamente similar aos telemóveis da década passada! Utilizado para comunicar com outras naves, este utensílio era então não só parecido ao famoso Motorola RAZR V3, como também tinha as mesmas funções que qualquer telemóvel. E isto ainda 10 anos antes de surgir o primeiro telemóvel, que em nada se parecia com a versão utilizada na série, devido a ser de grandes dimensões ao contrário do idealizado em Star Trek.


Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Twitter! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: