Skip to content
Anúncios

Cinco curiosidades sobre O Quebra-Nozes

Cinco curiosidades sobre O Quebra-Nozes - Cultura de Algibeira, Algibeira, Bolso, Cultura

Hoje vamos dedicar o nosso artigo a um dos ballets mais conhecidos do planeta e comummente encenado durante a época natalícia. Estamos a falar de O Quebra-Nozes, um dos três ballets que foram compostos por Pyotr Ilyich Tchaikovsky e, sem dúvida, um dos mais famosos ballets do mundo. Esta obra de arte estreou a 18 de Dezembro de 1892 no Teatro Mariinsky em São Petersburgo e, para comemorar mais este aniversário, juntamos aqui algumas curiosidades sobre o mesmo.

1 – A inspiração de Tchaikovsky

A obra artística de Tchaikovsky foi inspirada num conto escrito no ano de 1816 pelo alemão E. T. A. Hoffmann. O livro de Hoffmann chamava-se Nussknacker und Mausekönig, isto é, O Quebra-Nozes e o Rei Rato. Esta obra conta a história de como o brinquedo favorito de Marie, um quebra-nozes, ganha vida, luta contra o Rei Rato e a leva para um reino encantado populado por bonecas. Já no ballet de Tchaikovsky, existe uma batalha entre o pelotão do Quebra-Nozes e ratazanas, com o Reino dos Doces a ser o destino do Quebra-Nozes e da sua dona.

2 – O terceiro ballet

Como dissemos no início do artigo, Pyotr Ilyich Tchaikovsky escreveu três ballets, tendo O Quebra-Nozes sido o último a ser criado. Quais foram os outros dois? O Lago dos Cisnes e A Bela Adormecida. Quando terminou de compor a música para O Quebra-Nozes, o artista russo terá confessado que a música deste conto de fadas era infinitamente mais pobre que a de A Bela Adormecida que havia composto dois anos antes. Ainda assim, apesar de todos os seus três ballets estarem em todas as listas de melhores composições da história, arriscamos dizer que a sinfonia d’O Quebra-Nozes acabou por se tornar mais conhecida que a d’A Bela Adormecida.

3 – O ballet de dois coreógrafos

Pyotr Tchaikovsky foi o compositor desta obra, mas com ele trabalharam dois coreógrafos. Sendo inicialmente um projecto de Marius Petipa, este acabou por adoecer durante a criação d’O Quebra-Nozes e passou para o seu fiel assistente, Lev Ivanov, a responsabilidade de concluir a coreografia. Ainda assim, embora tivessem estilos de dança diferentes, não se notam grandes diferenças ao longo da coreografia da obra uma vez que Petipa criou um guião com regras rígidas a serem seguidas por Ivanov.

4 – A internacionalização

Apesar de ter estreado em 1892, apenas no ano de 1934 esta obra foi encenada fora da Rússia. O primeiro país a ter essa honra foi o Reino Unido. O responsável por esta encenação foi Nicholas Sergeyev, que era dançarino, coreógrafo, professor e director do Mariinsky Ballet, a companhia de ballet clássico residente do Teatro Mariinsky.

5 – A opinião dos críticos

Quando O Quebra-Nozes foi exibido pela primeira vez em 1892, os críticos não ficaram impressionados com a obra e não se agourava nada de especial para o futuro da mesma. Só mesmo em 1954, sob a produção de George Balanchine, é que a obra começou a ganhar destaque e, no final da década de 60, já se tinha estabelecido como uma das obras essenciais de Natal no mundo do ballet. Infelizmente para Tchaikovsky, este faleceu em 1893, apenas um ano depois da estreia da sua obra e morreu sem saber do sucesso que esta viria a alcançar.


Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Twitter! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Anúncios

1 Comentário »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: