Saltar para o conteúdo
Anúncios

As seis variedades de peças do xadrez ocidental

As seis variedades peças xadrez ocidental Cultura de Algibeira

As seis variedades peças xadrez ocidental Cultura de Algibeira

Alguma vez jogaste xadrez? É muito provável que sim, mesmo que tenhas sido daquelas pessoas que nunca perceberam bem como ganhar um duelo neste jogo de tabuleiro. Apesar disso, provavelmente reparaste que cada jogador tem 16 peças de 6 variedades diferentes do seu lado do tabuleiro e é sobre isso que aqui vamos falar hoje.

1 – Peão

Comecemos por uma peça menor de um jogo de xadrez, o Peão. Cada jogador começa o jogo com oito destas peças, sendo que esta apenas se move verticalmente nas colunas, sendo impossível recuar com o mesmo. Apesar de no primeiro movimento,os Peões poderem andar duas casas, durante o resto do jogo só podem andar uma casa de cada vez. Por fim, apesar do movimento vertical, o peão também pode capturar peças que se encontrem na sua diagonal.

2 – Torre

Segue-se a Torre neste nossa lista, considerada uma peça maior do xadrez. Os jogadores iniciam a partida com duas destas peças, sendo estas capazes de se mover em linha recta sem limites nas colunas e nas linhas de jogo do tabuleiro. Estas peças são geralmente utilizadas numa fase mais adiantada e estratégica do jogo.

3 – Cavalo

Seguimos agora para o Cavalo, uma outra peça menor de um jogo de xadrez ocidental. Cada jogador inicia o seu jogo com duas destas peças, sendo que as mesmas se movem em L no tabuleiro de jogo. Ao contrário das restantes peças de xadrez, o Cavalo é a única peça que pode pular sobre as outras peças em jogo, não tendo que interromper o seu movimento na presença de uma peça adversária ou do próprio jogador.

4 – Bispo

A terceira e última peça menor de um jogo de xadrez é o Bispo, uma peça que existe em duplicado no tabuleiro de jogo de cada jogador. Esta peça apenas se move em linhas diagonais, característica que limita os Bispos à deficiência da fraqueza da cor. O que é isso? É o termo utilizado no xadrez para representar peças que apenas se podem movimentar em casas com a mesma cor da casa onde iniciaram o jogo.

5 – Rainha

Falemos agora da Rainha, uma peça maior do xadrez ocidental. Apesar de não ser considerada a peça mais importante do jogo de xadrez, é aquela que muitas vezes acaba por demonstrar maior importância face à sua alta mobilidade. Podendo mover-se em linhas, colunas, diagonais, em frente ou à retaguarda, mais nenhuma peça confere este poder a um jogador.

6 – Rei

Por fim, chegamos à peça mais importante de um jogo de xadrez ocidental, o Rei. Todo o jogo decorre em torno desta peça, já que o objectivo de um jogo de xadrez passa pela captura do Rei. Apesar de tamanha importância, a verdade é que o Rei é apenas capaz de se mover uma casa de cada vez, seja em que direcção for. Durante o jogo, o rei não pode estar em ameaça de ser capturado por peças adversárias em qualquer instante e, em caso de não conseguir fugir de uma situação de captura na jogada seguinte, o jogo termina com a famosa expressão Xeque-Mate!

Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Instagram! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: