Saltar para o conteúdo
Anúncios

As sete categorias da Lista Vermelha da IUCN

Empregadores IIcds

Nunca ouviste falar na sigla IUCN? Nem imaginas de que lista vermelha estamos a falar? Então vieste ao sítio certo, pois é disso mesmo que aqui vamos falar hoje! A Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais das Espécies Ameaçadas é, como o nome indica, um inventário sobre o estado de conservação das mais variadas espécies de plantas, fungos, animais e protistas. O estado de conservação de uma espécie é definido por sete categorias diferentes e são essas mesmo que hoje te vamos dar a conhecer.

1 – Pouco Preocupante

Começando pela categoria onde, idealmente, se deveriam situar todas as espécies do mundo, uma espécie Pouco Preocupante é uma espécie que foi avaliada pela IUCN e que esta avaliou como não existindo qualquer ameaça de extinção no momento.

2 – Quase Ameaçada

Seguem-se as espécies Quase Ameaçadas, isto é, as espécies de seres vivos que, apesar de ainda não estarem criticamente em perigo de extinção, se encontram a caminho desse risco. Esta categoria serve então como primeiro sinal de alerta para o risco de diminuição do número de exemplares de uma determinada espécie.

3 – Vulnerável

As espécies Vulneráveis são espécies que a IUCN considera como estando em situação de perigo a menos que as condições para tal ameaça diminuam. As espécies acabam por entrar nesta categoria sobretudo devido à destruição do seu habitat, sendo que a existência de um elevado número de membros da espécie em cativeiro não invalida a classificação de uma espécie como vulnerável.

4 – Em Perigo

Espécies em Perigo são espécies que se encontram sob um grave risco de extinção. Para definir uma espécie como estando em perigo, existem diversos critérios, de entre os quais se destacam a redução do tamanho da população em mais de 70% num período de 10 anos ou variações da distribuição geográfica das espécies.

5 – Criticamente em Perigo

Quando falamos de espécies Criticamente em Perigo, estamos a falar das espécies que se encontram com o maior risco de extinção. Infelizmente, esta categoria conta actualmente com mais de 2100 espécies de animais e mais de 1800 espécies de plantas.

6 – Extinta na Natureza

Espécies Extintas na Natureza são as que se seguem na nossa lista e estamos a falar de espécies que actualmente existem apenas em cativeiro, já não existindo qualquer exemplar vivo dessa mesma espécie na Natureza. Como deves imaginar, a criação em cativeiro destas espécies é geralmente pequena, não dando azo a grandes esperanças sobre o futuro das mesmas.

7 – Extinta

Por fim, a categoria a que nenhuma espécie quer preencher. Uma espécie é considerada Extinta no momento da morte do último indivíduo vivo dessa mesma espécie. Olhando a toda a história do planeta Terra, acredita-se que 99% de todas as espécies que já habitaram o planeta pertencem a esta categoria, apesar da enorme biodiversidade que ainda se faz sentir no nosso planeta.

Gostaste do que leste? Então passa pelas nossas páginas de Facebook e Twitter! Seguir-nos nestas duas redes sociais é a forma mais simples de garantires que o Cultura de Algibeira está sempre no teu bolso e que não perdes pitada dos próximos artigos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: